Aspectos psicológicos de quando se perde uma Copa.

Brasil e a Copa do Mundo.

 

Começo fundamentando aquilo que vou discorrer nas próximas linhas, com a política do Pão e Circo (Panem et circenses), que foi uma estratégia utilizada, principalmente pelo imperador romano Júlio César (100 – 44 a.C.), para diminuir as tensões sociais e possíveis revoltas em Roma e em outras cidades do seu império.

O Pão e Circo, tinha como objetivo principal o apaziguamento da população, na sua maioria, da plebe, através da promoção de grandes banquetes, festas e eventos esportivos ou artísticos, assim como a distribuição de pães e trigo.

E, não mudando de assunto, entretanto falando de Copa do Mundo, ou do circo de tempos atuais, me lembro vagamente, quando jovem, de assistir a jogos do Brasil e desejar que nosso país fosse vencedor da famosa Copa do Mundo.

Também recordo de sempre ocorrer consumo excessivo de substâncias psicoativas entre os espectadores dos jogos que se amontavam em bares, restaurantes ou pelas ruas da cidade, como por exemplo, ali perto do antigo Bar Expresso, na Avenida Juscelino Kubitschek.

Sim, se você continuar lendo, poderá ficar magoado comigo.

Inevitavelmente, quando observo quais ídolos que nosso povo comumente (em sua grande maioria) tem por hábito idolatrar, fico atormentada, pois sim, falo dos jogadores de futebol, que possuem vidas luxuosas, as quais mais de 90% de nós “plebeus”, jamais teremos.

O fato de a equipe brasileira ter sido desclassificada na última sexta-feira, não deveria ser algo que causasse tanta tristeza assim, pois, nossas vidas seguem e temos muito com o que nos preocupar.

Ah, mas que mal teria sermos campeões?

Respondo categoricamente: Não teria mal algum.

 

Contudo, gente linda, minha preocupação maior é observar indivíduos (à procura de trabalho) que não conseguem elaborar um texto no mínimo compreensível ou interpretar o que um parágrafo que contenha mais de 10 caracteres quer dizer.

Outra apreensão é assistir (como a um jogo ao vivo) a inserção e a banalização das drogas na vida das pessoas, num mundo em que os não usuários de substâncias psicoativas são definidos como deslocados ou “caretas”.

Mas voltando a pensar em ídolos, se me permitirem, tenho alguns nomes a indicar, mas antes, veja a descrição de ídolo:

Ídolo, é um substantivo masculino, uma imagem que representa uma divindade e que se adora como se fosse a própria divindade. No sentido figurado a pessoa ou coisa intensamente admirada, que é objeto de veneração.

Então, segue lá a lista especial de ídolos, que na minha opinião merecem ser venerados:

  1. Jesus Cristo.
  2. Aqueles que te deram a vida e fizeram o que puderam para que tivesse uma história adequada. Seus pais ou quem te criou.
  3. Seu Professor do primário (sim, aquele que teve que ter muita paciência com você, seu pequeno transgressor – rs).
  4. O Enfermeiro que alivia sua dor e monitora sua recuperação.
  5. Aquele seu amigo ponta firme que sempre te ajuda.

Enfim, vocês já conseguiram entender onde quero chegar.

 

Pensando novamente na Copa, e refletindo no comportamento dos espectadores, me relembro do termo efeito manada.

 

Efeito manada é um conceito da Psicologia e se refere à tendência de seguir o comportamento de um grupo. Para perceber como ele funciona, é preciso considerar que o cérebro humano sempre busca formas de economizar energia. Assim, algumas IMPORTANTES decisões são feitas de forma automática e sem muita reflexão.

 

É então que daí me vem à mente um trecho do livro Alice no país das Maravilhas.

Se você não sabe aonde quer ir, qualquer caminho serve – Lewis Carroll.

 

Para finalizar, peço que me julgue sim, quero que você me critique, reúna argumentos, mas por favor, pense, pense sempre e todos os dias, use o efeito manada somente quando realmente fizer sentido para você e NUNCA se esqueça escolha bons “ídolos”.

 

Grande abraço,

Édina Acordi

Psicóloga.

 

Este texto é um pensamento exclusivo da Dra. Édina Acordi.

Não necessariamente expressa os sentimentos da equipe Vernazza.

Gostou? Compartilhe!

Leia também

Miniatura para youtube sobre finanças e planejamento - Alcance suas metas (Youtube Thumbnail) (Post para Instagram (Quadrado)) (3)

Alienação Parental. Será que você pratica este crime sem saber?

Alienação Parental.   Este tema, de maneira atemorizante, tem sido cada vez...
Miniatura para youtube sobre finanças e planejamento - Alcance suas metas (Youtube Thumbnail) (Post para Instagram (Quadrado)) (3)

Procrastinar, nem sempre é algo tão ruim.

Texto produzido por nossa Psicóloga: Édina Acordi. Ontem, ouvi um Padre falar...
Miniatura para youtube sobre finanças e planejamento - Alcance suas metas (Youtube Thumbnail) (Post para Instagram (Quadrado)) (1)

Como ficar rico em pouco tempo!

Seja muito bem vindo ao blog que tem os textos mais sinceros...